“Um bom exemplo de angariação de receita”

O Club Sport Marítimo CSM) vai passar a utilizar o Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, para treino e competição das suas equipas de futebol masculinas e femininas, depois de assinado um protocolo com a Sociedade de Desenvolvimento da Ponta Oeste (SDPO) para arrendamento do campo central de relva natural do complexo.

Nivalda Gonçalves, a presidente do Conselho de Administração da SDPO realçou, ontem, a importância deste protocolo para a dinamização e rentabilização das instalações do Centro Desportivo da Madeira.

As Sociedades de Desenvolvimento criaram infraestruturas de qualidade em toda a Região, pelo que, como temos encargos anuais que foram assumidos e que têm de ser cumpridos, considero que este protocolo é um bom exemplo de angariação de receita, redução de custos para o erário público e, logo, uma forma de rentabilizar os nossos empreendimentos”, sublinhou, assinalando que o protocolo com o Marítimo permite manter todos os treinos e provas de atletismo na única pista homologada da Região Autónoma e potencia a possibilidade de atracção de grandes eventos desportivos para o Centro Desportivo da Madeira.

O protocolo com o CSM tem a duração de três anos e pelo valor de 2 mil euros mensais. Para além da componente financeira mensal, contempla ainda que o Marítimo assuma toda a manutenção do relvado natural, dos espaços utilizados pelo clube e outras despesas, garantindo assim “as melhores condições para o empreendimento e para a prática desportiva de outros atletas e clubes que utilizam as referidas instalações”. No final dos três anos, apontou Nivalda Gonçalves, o espaço tem de ser devolvido nas condições em que se encontrava aquando da celebração do protocolo.

O Clube Futebol União da Madeira, recorde-se, utilizou o mesmo espaço nos últimos anos e com o mesmo valor de renda e responsabilidades. Com a rescisão do contrato, segundo a SDPO, foi considerado prioritário encontrar “novas soluções” para a infraestrutura.

O Centro Desportivo da Madeira possui um campo principal de relva natural, com bancada para cerca de 2.500 pessoas, e outro de relva sintética, com capacidade para 100 pessoas.

Pin It on Pinterest