PND bate com a porta ao Representante da República

PND deixa Irineu Barreto ‘à seca’. 

O líder regional do PND, Baltazar Aguiar, não compareceu à audiência que tinha marcado com o Representante da República esta tarde. Em vez disso o presidente da Nova Democracia deu uma conferência de imprensa à entrada do Palácio de São Lourenço para dizer que o Representante da República acabou para o PND. “Não existe e por isso nós não vamos a esta audiência”, justificou.

“Se ele nos quisesse ouvir mandava-nos uma carta e nós amavelmente respondíamos por carta porque ele é um correio postal. A República não se representa por este senhor, porque se a República se representa-se condignamente na Madeira iria defender na Madeira, sem recuos, sem cedências e sem intransigências os seus valores fundamentais”

Baltazar Aguiar afirmou ainda que a República desistiu de fazer na Madeira a exigência do cumprimento dos valores da democracia e como tal o PND considera que a República através “deste senhor não se faz representar”.

O presidente da Nova Democracia frisou que a atitude do partido prende-se com o cargo do Representante da República e não com à pessoa que, neste momento, o exerce.

“Todos os representantes da República foram habitualmente pessoas com passado profissional e com todos os elementos para podermos concluir que eram pessoas correctas, mas todos eles acabaram no exercício das suas funções por renunciar aquelas que eram as suas funções. Todos eles sem excepções”, apontou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger