PTP contra acumulação de vencimentos

O PTP quer que seja aplicada, na Região, a Lei da República que proíbe a acumulação de vencimentos de titulares de cargos públicos.

O deputado eleito pelo Partido Trabalhista Português, José Manuel Coelho, quer que o próximo Governo Regional torne extensiva, à Madeira, a Lei que proíbe a acumulação de vencimentos de titulares de cargos públicos.

Esta foi uma das preocupações que o líder regional do PTP deixou na audiência que a delegação do partido teve, esta tarde, com o Representante da República.

Existe aqui o senhor Alberto João Jardim, o senhor Miguel Mendonça, o senhor Brazão de Castro e o engenheiro Santos Costa de Machico, são quatro amigos que estão no poder há 40 anos e têm duas reformas. E se essa lei se aplicar aqui vão ter de optar ou por uma ou por outra de acordo com a nova lei da República”, observou.

Em jeito de brincadeira José Manuel Coelho levou dois cheques de 500 euros e convidou os respectivos senhores a virem trabalhar para o Partido Trabalhista. “O PTP propõem-se convidar estes senhores para serem funcionários parlamentares do nosso partido e oferecer um vencimento de 500 euros para colmatar a perda do segundo ordenado”, ironizou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest