PSD exige pagamentos a operadores

Pagamentos do POSEIMA estão atrasados desde o início do ano e já há cerca de 400 mil euros em dívida.

O grupo parlamentar do PSD/Madeira apresentou esta manhã, em conferência de imprensa, um projeto de resolução, no qual, recomenda ao Governo da República, que cumpra os prazos previstos pela União Europeia para o pagamento do POSEIMA. Um regime específico de abastecimento de bens e produtos agrícolas essenciais e não produzidos na Região. De acordo com a deputada social-democrata, Nivalda Gonçalves, os pagamentos aos operadores não estão a ser feitos desde o início de 2012, sendo que neste momento já existem 50 operadores que não recebem desde janeiro sendo que o montante da dívida atrasada já ultrapassou os 400 mil euros.

“Detetamos que atualmente o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas não tem cumprido o prazo de 90 dias no reembolso destas despesas aos produtores destes bens encontrando-se por pagar mais de 400 mil euros”, adiantou Nivalda Gonçalves.

Perante esta situação os parlamentares sociais-democratas recomendam à ministra da Agricultura, Assunção Cristas, que tutela o IFAP que providencie as medidas necessárias e urgentes para que se cumpra esta regulamentação da União Europeia que estabelece os 90 dias de pagamentos.

“É reconhecida a dificuldade que o sector empresarial enfrenta, no momento na RAM, consideramos que o dilatar de prazos de pagamento de reembolsos e o atraso constante dos mesmos não ajudam nada a economia regional”, salientou a deputada do PSD, acrescentando que “se tratam de bens essenciais de fornecimento à população, nomeadamente a carne, o leite, a farinha e os óleos que podem, caso a situação não seja resolvida, vir a aumentar o preço final ao consumidor o que nada desejável neste momento”, alertou.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest