Falta de dinheiro condiciona cuidados de saúde oral

 Uma realidade que se verifica mais na população adulta, diz a responsável do Programa de Saúde Oral.

A Escola Secundária Jaime Moniz, através das Atividades de Enriquecimento Curricular, promoveu hoje uma ação de sensibilização à promoção da saúde oral.

Carmo Silva, médica dentista e coordenadora do Programa regional de Saúde Oral, disse aos jornalistas que a população adulta, por força da crise económica, tem condicionado as idas ao dentista e os cuidados de higienização.

E, por isso, a importância destas acções de sensibilização e esclarecimento que têm acontecido, também, nos estabelecimentos de ensino. “Hoje viemos falar aos adolescentes. Vamos abordar o beijo e as doenças que podem ser transmitidas através deste. O bejo tornou-se banal e há certas doenças que podem ser transmissíveis”.

A responsável acrescentou ainda que, a par destas iniciativas junto das camadas jovens, têm realizado um trabalho muito importante com os idosos. Só no último ano, 1200 idosos foram alvo de um rastreio ao cancro oral. Na próxima sexta-feira, a título informativo, decorrerá uma ação no Centro Cívico de São Martinho.

Refira-se que a conferência de imprensa contou com a presença de Ana Nóbrega, Enfermeira Especialista de Saúde Infantil ao serviço do Apoio à Saúde Oral, e foi dirigida a alunos, professores, funcionários e comunidade em geral.

[twitter style=”vertical” float=”left”] [fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest