Viento de Tango no Teatro Municipal Baltazar Dias

O espetáculo está integrado no âmbito da programação do XXXIII Festival de Música da Madeira.

O Teatro Municipal Baltazar Dias recebe amanhã, pelas 18h00, a atuação do sexteto Viento de Tango que irá apresentar algumas das peças mais tradicionais deste género musical. Os músicos serão acompanhados também por bailarinos de dança típica da América do Sul, em particular da Argentina e do Uruguai.

Com a realização deste espetáculo, será a vez de a Madeira tomar conhecimento com seis músicos de essência clássica e que nos últimos quinze anos têm contribuído ativamente na difusão do Tango, da música de Astor Piazzolla e em geral da cultura argentina.

A formação do Sexteto típico (2 bandoneones, 2 violinos, contrabaixo e piano), na história do Tango é o momento da mudança que separa o período da “Guardia Vieja” do período de renovação e revolução iniciado pelo violinista Julio De Caro em 1924, à frente do seu histórico sexteto, a que se segue a chamada “Guardia Nueva”, prólogo de todas as vanguardas do tango e das suas sucessivas gerações.

O sexteto “Viento de Tango” que se diferencia do Sexteto Decareano pela substituição do segundo violino pelo violoncelo, propõe um repertório muito amplo de tangos, milongas e valsas crioulas (com adornos dos grandes do passado como Pugliese e Troilo, mas também em versões originais e novas) num espetáculo fascinante de música e dança “que transporta” o espetador através da grande história e das diversas fases históricas e estilísticas deste género musical, o tango com a sua melodia melancólica e os seus ritmos agressivos e enérgicos.

Massimiliano Pitocco, Dario Flammini, Giuliano Di Giuseppe, Daniele Orlando, Pierluigi Ruggiero, Giovanni Rinaldi, constituem os Viento de Tango que, acompanhados pelos bailarinos Enrique & Gullermo Macana e Roberta Beccarini, apresentam um espetáculo onde tocarão duas dezenas de temas.

Os bilhetes para este espetáculo encontram-se à venda na bilheteira do Teatro Municipal Baltazar Dias, entre as 11h00 e a hora do início do concerto, ao preço de 10 euros o bilhete individual, havendo descontos para maiores de 65 anos e jovens até aos 25 anos, cujo bilhete custa 5 euros.

Recorde-se que “Vamos sentir falta de tudo aquilo de que não precisamos” foi o espetáculo que Vera Mantero & Guests apresentou na abertura do XXXIII Festival de Música da Madeira na sexta-feira, 1 de Junho, no Centro das Artes – Casa das Mudas, na Calheta, surpreendendo a mais de um centena de pessoas que ali acorreram com uma ousada performance, desconstruindo de certa forma, o conceito tradicional do espetáculo de dança, deambulando por outras áreas como o teatro, a voz, a música, as artes plásticas, entre outras, numa peça que é mais teatral do que coreográfica.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”] [twitter style=”vertical” float=”left”]

Pin It on Pinterest