Portugueses preferem comprar prendas de Natal nas lojas

A pesquisa online ainda regista valores baixos. Só 10% admite recorrer a esta em primeiro lugar e 21% fá-lo como segunda opção.

pesquisaOs portugueses preferem ir fisicamente às lojas para escolher as prendas de Natal. 68% admite ter como primeira opção ver montras e lojas. A pesquisa online ainda regista valores baixos. Só 10% admite recorrer a esta em primeiro lugar e 21% fá-lo como segunda opção. São dados revelados recentemente por um estudo do Observador Cetelem sobre as “Intenções de Compra dos Portugueses para o Natal 2013”.

Segundo o estudo, os homens são os que mais preferem comparar os produtos online, ao invés de ir às lojas. Contudo, ainda são uma minoria: apenas 13% o faz. Já as mulheres preferem, de longe, ir ao próprio local: 74% diz ir primeiro ver a loja ou montra.

São os jovens que aderem mais à escolha online dos produtos que pretendem comprar e oferecer no Natal: da faixa etária entre os 18 e os 24 já são 23% os que o fazem. No outro extremo, nenhum dos indivíduos com idades compreendidas entre os 55 e os 65 anos o faz. Já os membros das classes com mais rendimentos, são os que mais procedem à escolha online em primeiro lugar: 13% fazem-no. Nas classes mais desfavorecidas, só 1% diz escolher em primeiro lugar as prendas via Internet.

Este estudo do Observador Cetelem sobre as “Intenções de Compra dos Portugueses no Natal 2013” foi realizado em colaboração com a Nielsen e aplicado, através de um inquérito quantitativo, a 500 indivíduos de Portugal Continental, de ambos os sexos, dos 18 aos 65 anos, entre o período de 3 a 5 de Outubro de 2013. O erro máximo é de +4,4 para um intervalo de confiança de 95%.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”] [fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger