Clérigos vence Prémio Vilalva

O projeto de restauro e recuperação da Igreja e Torre dos Clérigos venceu a 9.ª edição do Prémio Vasco Vilalva, atribuído pela Fundação Gulbenkian.

No valor de 50 mil euros, este prémio distingue o conjunto patrimonial e a qualidade geral da intervenção de conservação e restauro.

A cerimónia pública de entrega do Prémio Vilalva realiza-se no dia 20 de setembro, às 17 horas, na Igreja dos Clérigos, no Porto. O projeto de recuperação e restauro foi elaborado por uma equipa multidisciplinar, e a obra que representou um investimento de três milhões de euros, cofinanciado pelo Programa Operacional Regional ON2 e pelo Programa Jessica, ficou concluída em junho de 2015. O júri do Prémio Vilalva, constituído por Dalila Rodrigues, António Lamas, José Pedro Martins Barata, José Sarmento de Matos e Rui Esgaio, foi unânime na decisão sublinhando “o respeito pela integridade física dos sistemas construtivos existentes, preservados e restaurados com recurso a técnicas tradicionais, as adequadas metodologias de conservação e restauro do património artístico integrado”, que permitiram recuperar e revalorizar retábulos, órgãos, sanefas, púlpitos, varandins, escaiolas ou pinturas de fingimento, entre outros elementos iconográficos e decorativos. O júri destaca ainda que o valioso património móvel, onde pontuam, entre numerosas peças de âmbito litúrgico, esculturas e pinturas sobre tela e madeira, “foi objeto de tratamento e recolocação adequados, devolvendo-se ao conjunto a dignidade e os valores perdidos.”Na atribuição do prémio pesou a intervenção de conservação e restauro e a introdução de infraestruturas necessárias, designadamente nas áreas de acessibilidade e segurança, que transformaram as condições de visita à Igreja e Torre dos Clérigos. “Além da possibilidade de uma fruição plena pelos diversos públicos, as obras realizadas dão a este conjunto patrimonial o lugar devido no processo de enriquecimento e desenvolvimento cultural e turístico da cidade do Porto”, realça o júri. A Irmandade dos Clérigos, que este ano já tinha conquistado uma Menção Honrosa do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana e o Prémio Traveller’s Choice 2016 Tripadvisor, dedica igualmente este prémio à cidade do Porto e aos milhares de visitantes, portugueses e estrangeiros, que nos têm visitado. A Torre dos Clérigos recebeu em 2015 cerca de 500 mil visitantes (pagantes e não pagantes), sendo um dos monumentos nacionais mais visitados do país. O primeiro semestre de 2016 viu crescer o número de visitantes em cerca de 25% em relação ao ano passado. Neste 1º semestre de 2016, 15% dos nossos visitantes foram cidadãos nacionais e 85% cidadãos estrangeiros. Os espanhóis continuam a ser quem mais visitas realiza à Torre dos Clérigos, seguidos dos Portugueses, Franceses, Ingleses, Alemães, Asiáticos, Brasileiros e Americanos. Entre as diversas iniciativas que a Torre dos Clérigos realiza mensalmente, continuam a ser realizados os concertos diários dos Órgãos Históricos da Igreja, a exposição permanente “Christus” e os fins de semana solidários para com instituições locais e nacionais. Em 2016 foram já distinguidos pela Irmandade dos Clérigos, a Cáritas Porto, a Liga dos Amigos dos Hospitais de São João, Pedro Hispano e do Centro Hospitalar de Gaia, a Liga dos Bombeiros Portugueses, a Fundação AIS e no mês de setembro o IPO-Porto.

Pin It on Pinterest