Rússia suspende acordo com EUA para reciclagem de plutónio

A Rússia suspendeu o acordo com os Estados Unidos para a reciclagem de dezenas de toneladas de plutónio proveniente de ogivas nucleares, justificando a medida com “ações inamistosas” de Washington.

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou um decreto que põe fim ao acordo, concluído em 2000 por Putin e pelo presidente norte-americano Bill Clinton, no âmbito dos esforços de luta contra a proliferação de armas nucleares.

O acordo previa que cada um dos países reciclasse 34 toneladas de plutónio dos grandes arsenais herdados da Guerra Fria e o transformassem em combustível para centrais nucleares.

O pacto nunca foi aplicado e, em 2010, Moscovo e Washington assinaram um protocolo adicional para o tornar efetivo a partir de 2018.

Putin justificou a suspensão com a “mudança radical de circunstâncias” e com “o surgimento de uma ameaça à estabilidade estratégica devido a ações inamistosas dos Estados Unidos em relação à Rússia” e à “incapacidade para assegurarem o respeito das suas obrigações”, explicou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger