Cafôfo anuncia alargamento da Vereda da Cova por 750 mil euros

As Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal deram ontem início ao seu quarto mês na estrada, que será, desta feita, dedicado a São Roque.

O mês de outubro corresponde à quarta freguesia do concelho visitada, tendo o Executivo de Paulo Cafôfo iniciado as visitas ao terreno com o anúncio do alargamento da Vereda da Cova, há muito almejado pelos respetivos moradores.

O investimento estimado é de 750 mil euros, sendo intenção da Autarquia solicitar a cooperação financeira do Governo Regional, através de uma candidatura a contrato-programa. A obra deverá começar no início do próximo ano.

O melhoramento das acessibilidades na Vereda da Cova permitirá uma ligação viária entre a Estrada Comandante Camacho de Freitas e o Caminho Velho da Igreja, numa extensão de aproximadamente 280 metros, constituindo-se como um arruamento principal, ao qual derivarão dois ramais de acesso, numa extensão conjunta de 160 metros, para servir diretamente cerca de duas dezenas de famílias.

Paulo Cafôfo aproveitou a ocasião para lembrar que definiu como “o maior desafio deste último ano de mandato melhorar a qualidade de vida nas Zonas Altas do Funchal, um desafio histórico, esquecido durante muito tempo e que este Executivo entendeu colocar no topo da sua lista de prioridades.” Assim, e na sequência de várias outras obras anunciadas nos últimos meses, relativas a acessibilidades, saneamento básico e ao melhoramento dos espaços públicos, é agora a vez de apresentar, porta-a- porta, os investimentos previstos para São Roque, aproveitando, como é natural, uma iniciativa como os Encontros com as Pessoas.

O Presidente reforça que “em termos globais, serão cerca de 5 milhões de euros de

investimento nas pessoas das Zonas Altas e na sua qualidade de vida” e entende que o exercício de ir aos locais apresentar informalmente as obras aos seus beneficiários é uma parte capital de todo o processo: “uma coisa é falar em números, outra bem diferente é virmos cá mostrar às pessoas exatamente o que será feito. É um exercício de compromisso e de confiança. E para nós também é muito importante ouvir o que as pessoas têm para nos sugerir.”

As Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal começaram no passado mês de junho, na freguesia de Santo António. Seguiu-se o Monte, em Julho, e Sta. Maria Maior, em Setembro, tendo o Executivo Municipal realizado, até agora, cerca de meia centena de visitas ao terreno, no seu âmbito.

cafofo1

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger