“Preciso que me odeiem”, diz Ronaldo

Cristiano Ronaldo explicou que “ninguém exige mais” de si do que ele mesmo.

Cresci a admirar Figo e Rui Costa, mas nunca quis imitar ninguém. Sempre me foquei em ser o melhor possível”, afirmou o capitão da selecção nacional de futebol e jogador do Real Madrid em declarações à «Coach Magazine».

O madeirense salientou ainda que tem necessidade de ser odiado.

Na verdade, preciso que me odeiem, preciso dos meus inimigos. Isso ajudou-me a conseguir tudo aquilo que ganhei”, afirmou CR7.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger