Câmara do Funchal com orçamento de 97,1M€ em 2017

O Orçamento da Câmara Municipal do Funchal para 2017 foi aprovado ontem em Reunião camarária. Para o próximo ano, este vai situar-se nos 97,1M€, o que representa um crescimento de 15% comparativamente ao Orçamento do ano passado, um aumento absoluto que se cifra nos 12,8M€. Este será suportado, essencialmente, “pela contração do empréstimo de médio e longo prazo para o investimento e pela comparticipação dos fundos comunitários em alguns projetos, refletindo as boas contas da Autarquia e a margem de manobra conquistada”, explicou Paulo Cafôfo, à margem da Reunião.

A grande novidade é mesmo “a duplicação da verba destinada ao Investimento, que chegará, em 2017, aos 20 milhões de euros”. Cumpridos três anos de mandato, e chegada a hora de apresentar o último exercício orçamental, Paulo Cafôfo considera que a estratégia financeira do Executivo, “assente num rigor financeiro que levou a um abatimento de quase 40 milhões de euros da dívida”, é a razão para que se possa agora reforçar o investimento em áreas consideradas cruciais, como as Zonas Altas (4 milhões de euros dedicados a acessibilidades, saneamento básico e melhoria dos espaços públicos), o Pelouro Social (com destaque para a Habitação Social, nomeadamente ao abrigo do Programa Amianto Zero) e a Proteção Civil (reforço dos meios e dos materiais de proteção e nova Escola de Bombeiros).

Paulo Cafôfo destacou, aliás, à margem da Reunião em São Roque, no âmbito das Presidências Abertas da Autarquia, que “pela primeira vez, há um Orçamento que foi votado nas zonas altas do Funchal, o que para nós é bastante simbólico e traduz a profunda atenção que temos dado e que vamos continuar a dar a estas zonas.” O Presidente também enalteceu que “o Orçamento para 2017 e as Grandes Opções do Plano foram aprovadas sem nenhum voto contra”, considerando que este é “o Orçamento mais dialogado de sempre com a Oposição.”

A última Reunião camarária do mês de outubro decorreu na freguesia de São Roque, mais especificamente nas instalações do Clube Desportivo São Roque, tal como tem sido regra em todas as freguesias, no decurso dos Encontros com as Pessoas, que ali tiveram lugar este mês. A reunião contou, pois, com a presença de Pedro Gomes, Presidente da Junta de Freguesia, que, no período antes da ordem do dia, teve oportunidade de registar o apreço pela vinda do elenco vereativo à freguesia, antes de listar o trabalho que tem sido realizado e aquelas que são as principais necessidades de São Roque, parte das quais está justamente prevista no Orçamento Municipal para 2017.

Outra matéria aprovada na Reunião de hoje, nomeadamente no âmbito dos incêndios de agosto, foi o destino a dar aos 165 mil€ que estão na Conta Solidária do Município, criada para o efeito. A Autarquia decidiu entregar a verba em dinheiro às pessoas afetadas, consoante a sua situação económica, a dimensão do agregado e o nível de perdas, devendo esta destinar-se ao apetrechamento do recheio das moradias.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger