China ameaça boicote aos Estados Unidos

Donald Trump seria “ingénuo” se lançasse uma guerra comercial à China. É o que escreve o Global Times, jornal controlado pelo governo chinês, olhando as relações entre Washington e Pequim na lioderança de Donald Trump.

Durante a campanha presidencial americana, o multimilionário republicano acusou a China de “manipulação da moeda” e afirmou que ia implementar uma taxa adicional de 45% sobre as importações chinesas.

Num editorial publicado esta segunda-feira, Pequim promete fazer boicote aos produtos dos Estados Unidos, dos automóveis ao iPhone, caso o novo Presidente avance com nova tarifas sobre as importações chinesas.

Muitas encomendas à Boeing (norte-americana) serão substituídas por encomendas à Airbus (francesa). As vendas de automóveis dos Estados Unidos e de iPhones vão sofrer um revés, as importações de rebentos de soja e de milho vão acabar. A China também poderá limitar o número de jovens chineses a estudar nos Estados Unidos.”

O mesmo texto acrescenta que se a guerra comercial de Trump avançar o novo Presidente será “condenado pela sua irresponsabilidade, ignorância e incompetência.”

Pin It on Pinterest