Liliana Rodrigues promove debate sobre segurança entre responsáveis do Parlamento Europeu e entidades madeirenses

A ultimar a visita ao Parlamento Europeu, o grupo de convidados da eurodeputada Liliana Rodrigues, constituído por elementos da Guarda Nacional Republicana, Bombeiros Voluntários do Funchal, Cruz Vermelha e Sindicato da Polícia de Segurança Pública, participou num debate sobre segurança com os responsáveis máximos da instituição nesta área.

Elio Carozza, Director Geral de Segurança do Parlamento Europeu, fez uma apresentação geral do sistema de segurança da instituição, mencionando, a título de exemplo, que são contabilizadas entre 11 a 12 mil entradas diárias e que existem 800 operacionais especializados em evacuação em situação de emergência. Para além de todo o sistema de segurança permanente, evidenciou as adaptações diárias que têm de ser realizadas, tendo em conta as inúmeras actividades organizadas, “como a deste grupo de visitantes”.

Para além disso, Elio Carozza, referiu o necessário diálogo que o Parlamento tem de estabelecer, não só com as autoridades belgas, mas com as autoridades de todos os países da União Europeia, só assim podendo definir-se os graus de ameaça e de risco e aumentar a eficácia operacional, mais ainda depois dos atentados que tiveram lugar em território europeu.

Mathieu Thomann, responsável pelo Departamento de Incêndios, Primeiros Socorros e Prevenção, contextualizou as distintas áreas de responsabilidade e os tipos de intervenção da Direcção Geral de Segurança, EUROPEAN PARLIAMENT, enquanto Victor Dias Fernandes, Chefe da Unidade Tecnológica e de Informação, optou por centrar a sua intervenção no princípio de “segurança e abertura” que norteia a política de acção do Parlamento Europeu na área da segurança.

Houve ainda tempo para os convidados da Região Autónoma da Madeira fazerem algumas interpelações, principalmente no sentido de averiguar como é feita a avaliação permanente dos riscos, sobre a coordenação das diferentes áreas e ainda quanto ao modelo de actuação escolhido por parte das forças de segurança.

No final do encontro, Liliana Rodrigues aproveitou para lembrar o “importante papel que as forças de segurança têm no bem-estar e no apoio aos cidadãos, seja numa instituição como esta do Parlamento Europeu, seja no auxílio às populações em casos de emergência, como sucedeu na cidade do Funchal no passado mês de Agosto”, acrescentando que “a segurança e a prevenção não são uma despesa, mas um investimento que não podemos deixar de realizar, um investimento na democracia”. A deputada socialista convidou os três responsáveis pela Direcção Geral de Segurança a visitarem a Madeira, lançando o desafio de continuar com esta troca de experiências e boas práticas, alargando-a a mais operacionais de segurança da região e do país.

debate-liliana2

Pin It on Pinterest