Tortura é melhor aceite pela população mundial

Mais de metade da população passou a aceitar o recurso à tortura nos conflitos. A conclusão é de um inquérito do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV), feito em 16 países, e demonstra uma clara subida face a uma sondagem semelhante realizada há 20 anos.

No inquérito, a que responderam mais de 17 mil pessoas, ficou-se a saber que 48 por cento dos inquiridos condenam a tortura dos combatentes inimigos que sejam interrogados para obter informações militares importantes, enquanto 36% consideram que deveria ser autorizada e 16% não se pronunciam.

Uma sondagem semelhante, feita em 1999, indicou que 66% dos inquiridos rejeitavam a tortura, contra 28% que a aceitavam e 6% que não declaravam a opinião.

Este inquérito decorreu entre Junho e Setembro, na Suíça e em países envolvidos em conflitos (entre eles Iraque, Nigéria e Sudão do Sul) e cinco países membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas (Estados Unidos, China, Rússia, Reino Unido e França).

Pin It on Pinterest