Avelino Meneses garante igualdade dos docentes nos concursos nacionais

O secretário regional da Educação e Cultura assegurou que os professores dos Açores vão concorrer para o continente “em paridade” com os restantes docentes nacionais.

“Os professores dos Açores podem estar tranquilos porque continuarão a concorrer para o continente em paridade” com os restantes colegas, afirmou Avelino Meneses, em declarações aos jornalistas, questionado sobre a existência de uma eventual norma discriminatória na proposta inicial do regulamento nacional sobre o concurso de pessoal docente.

O titular da pasta da Educação, que falava na última quarta-feira, em Ponta Delgada, frisou que, embora o processo nacional, tal como o regional, de revisão do regulamento do concurso de pessoal docente, se encontre numa fase “inicial”, pode “garantir quase em absoluto” que essa situação não se verificará.

A proposta de regulamento do concurso de pessoal docente a nível nacional colocava os professores do quadro dos Açores em quarta prioridade e os do quadro do continente numa primeira prioridade.

Pin It on Pinterest