Cientistas russos identificaram um dos genes da depressão

Cientistas russos do Instituto de Citologia e Genética de Novosibirsk, na Sibéria, identificaram um dos genes que causa a depressão.

“Até agora não se tinha encontrado um único gene que fosse catalisador da depressão”, afirmou à agência Efe a bióloga Tatiana Axenovitch. “Foi muito difícil localizar o gene, porque não existe só um, ninguém sabe exatamente quantos são, mas podem ser dezenas.”

Com um gene identificado, poderão ser criados medicamentos novos contra uma doença que se tornou um problema de saúde pública. Segundo a Organização Mundial de Saúde, há 350 milhões de pessoas afectadas pela depressão.

Estima-se que entre 8 a 15% das pessoas sofre de depressão durante a sua vida.

Pin It on Pinterest