Governo ‘não permitirá exploração dos produtores de banana’

“A Banana da Madeira é a mais bem paga da Europa e aquela que está organizada no sentido de conseguir o melhor rendimento para os produtores. Enquanto estiver no governo, a comercialização e o processamento da banana será feito pela GESBA. Há quem queira entrar para baixar os preços, desregular o mercado e ganhar dinheiro à custa dos produtores. Enquanto for Presidente do Governo não vou permitir que isso aconteça”.

Foi desta forma perentória que o presidente do Governo Regional respondeu aos jornalistas, quando lhe foi pedido que se pronunciasse sobre alegados descontentamentos relacionados com a comercialização da banana e com o pastoreio de gado na serra.

Miguel Albuquerque reafirmou que o Governo não está contra o pastoreio. “Não tem fundamento”, disse. “Tanto mais que já passamos mais de 100 licenças para pastoreio ordenado. Com regras. Não podemos é abandonar o gado livremente na serra, para causar erosão e depois termos consequências graves”, argumentou o presidente do Governo Regional.

Miguel Albuquerque falava no final da visita que efetuou ao Centro de Horticultura, situado nas Preces, em Câmara de Lobos, onde sublinhou as obras de beneficiação feitas àquela infraestrutura, como objetivo de ajudar os agricultores e revitalizar o setor com base em conhecimento e investigação. “Aqui, são produzidas para fornecimento aos agricultores 1.275.000 plantas”, referiu Miguel Albuquerque.

O Centro de Horticultura dedica-se fundamentalmente ao desenvolvimento de sementes para posterior entrega aos agricultores. Simultaneamente este espaço, composto por várias sementeiras e estufas, tem-se dedicado à experimentação de várias culturas, algumas delas em colaboração com a Universidade da Madeira.

Pin It on Pinterest