Operação “Campo Seguro”

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou desde o dia 1 de novembro de 2016 até ao dia 31 de janeiro de 2017, o patrulhamento nas explorações agrícolas em todo o território nacional, com o objetivo de prevenir o furto de produtos agrícolas.

Durante a operação foram registados, comparativamente com a Operação Campo Seguro de 2016:

·117 detidos (mais 46);

·232 indivíduos identificados (menos 251);

·46 crimes (menos 13);

·318 contraordenações (mais 21).

Dos ilícitos, a maior incidência registou-se no furto de azeitona e pinha mansa, tendo sido apreendido:

·55,53 toneladas de azeitona (mais 36,35, o que corresponde a cerca de 3x o valor de 2016);

·525 quilos de pinha mansa (mais 425, o que corresponde a mais de 5x o valor de 2016).

Este reforço de patrulhamento contempla o empenhamento de diversas valências da GNR, designadamente dos Comandos Territoriais, do Serviço da Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA), da Investigação Criminal e dos Núcleos de Programas Especiais, prevenindo e reprimindo a criminalidade nas explorações agrícolas, transmitindo assim aos agricultores um sentimento de segurança, proximidade e de confiança.

Pin It on Pinterest