Funchal Sem Beatas já instalou 270 papeleiras com cinzeiros

A Câmara Municipal do Funchal instalou, no passado mês de novembro, oito dispositivos de mobiliário urbano na Baixa da Cidade, com o intuito de continuar a combater o lançamento de beatas de cigarros para o chão, na sequência da 3ª edição da iniciativa “Funchal Sem Beatas”. A Vice-Presidente da Autarquia, Idalina Perestrelo, que tem o pelouro do Ambiente, refere que “estes equipamentos, denominados Ecopontas, consistem em cinzeiro que incluem uma pergunta de caráter geral em português e inglês, no âmbito da educação ambiental, e têm cumprido os propósitos para os quais foram criados.

Foram uma novidade na cidade, pretendendo, de uma forma criativa, incentivar a população a depositar as beatas nos recipientes, em detrimento de atirá-las ao chão.

No primeiro trimestre de utilização tivemos 8000 beatas depositadas, o que é um número bastante satisfatório, num projeto pedagógico como este.”

Idalina Perestrelo enaltece que “o Funchal Sem Beatas, apesar de ter como face mais visível um dia de ação em toda a cidade, é um projeto muito maior, que representa um esforço contínuo e permanente da Autarquia no sentido de sensibilizar a população para a problemática de ter este tipo de resíduos espalhados pelas ruas da cidade. Temos instalado muitos equipamentos no meio urbano, como é o caso das papeleiras com cinzeiros, temos investido na divulgação e promoção de boas práticas e temos apostado na inovação, como é exemplo o Ecopontas, no sentido de cativar a população a adquirir boas práticas.”

A 1ª edição da iniciativa “Funchal Sem Beatas” decorreu em julho de 2015 e a 2ª em janeiro de 2016. A 3ª edição teve lugar, por sua vez, em novembro do ano passado, sendo marcada “pelo aumento progressivo das papeleiras com cinzeiro, que atualmente já são 270”, referiu a Vice-Presidente da Autarquia. A novidade foi, tal como referido, a instalação de oito dispositivos denominados Ecopontas. A Vice-Presidente do Município informa, por fim, que “o Departamento de Ambiente da Autarquia vai dar continuidade à substituição gradual das papeleiras da zona centro da cidade, para que brevemente todas passem a dispor de cinzeiro, bem como aumentar o número de Ecopontas, fixando estas estruturas junto a mais papeleiras e a outros locais com elevado fluxo de passagem de munícipes.” A próxima edição do “Funchal Sem Beatas” está agendada para abril.

Pin It on Pinterest