Segurança Social e lares oficiais com Programa de Desfibrilhação Automática Externa

A Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais alargou o Programa Regional de Desfibrilhação Automática Externa (PRDAE) ao Instituto de Segurança Social da Madeira (ISSM) e a seis estabelecimentos integrados – Lares da Bela Vista, Santa Isabel, Vale Formoso, Ilhéu, Santa Teresinha e Bom Caminho – tendo por objetivo a promoção do sentimento de segurança de funcionários e utentes. Ao todo foram instalados nove Desfibrilhadores Automáticos Externos e 54 funcionários formados em Suporte Básico de Vida e capacitados para operar aquele equipamento.

Na ocasião, a secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Rubina Leal, sublinhou que o alargar do PRDAE representa uma melhoria das condições de trabalho e de segurança naquelas organizações tuteladas pela SRIAS, em particular, dos utentes dos lares geridos pelo ISSM.

O PRDAE visa promover a sobrevida de vítimas de paragem cardiorespiratória, quando esta ocorre em ambiente extra-hospitalar. A formação de 54 colaboradores e a aquisição e instalação de nove DAE representam um investimento aproximado de 20 mil euros.

Pin It on Pinterest