Corpo de Polícia Florestal mais protegida com coletes balísticos

A secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais, Susana Prada, entregou coletes de balística aos elementos do Corpo de Polícia Florestal.  Foram adquirido 5 para cada uma das 7 áreas geográficas (as denominadas zonas florestais), ou seja 35 coletes balísticos (à prova de bala), num investimento de cerca de23.000€.

O objetivo, como destacou Susana Prada,” é o de aumentar a segurança e proteção individual dos guardas florestais, nomeadamente, na fiscalização da época venatória”. A governante acrescentou, ainda, que “estes equipamentos são fulcrais para a prossecução das atribuições e competências desta classe profissional na defesa e salvaguarda do nosso património natural”.

Recorde-se que, o Corpo de Polícia Florestal da Região Autónoma da Madeira tem responsabilidades na fiscalização e proteção dos recursos naturais e florestais, da conservação, fomento e recursos cinegéticos.

 

Pin It on Pinterest