Terrorista envia carta a Barack Obama

O cérebro dos atentados de 11 de Setembro em Nova Iorque, Khaled Cheik Mohammed, afirma numa carta dirigida a Barack Obama que os ataques foram consequência da política externa dos Estados Unidos. Segundo o advogado do próprio, em declarações à France Presse, a carta de 18 páginas que começou a ser escrita em 2014 é enviada “à cabeça da serpente, Barack Obama” e “dirigente da nação da opressão e da tirania”.

A carta datada do dia 8 de Janeiro de 2015 só chegou à Casa Branca dois anos mais tarde, nos últimos dias da Administração Obama, no passado mês de Janeiro. Khaled, preso na base de Guantánamo, foi autorizado por um juiz militar a enviar a carta para o ex-chefe de Estado norte-americano.

“Não fomos nós que desencadeamos a guerra contra vocês em setembro de 2001. Foram vocês e os vossos ditadores nos nossos territórios” escreve o prisioneiro que assina com as iniciais “KSM”. “Deus ajudou-nos a levar a cabo os atentados de 11 de Setembro, a destruir a economia capitalista e a expor a hipocrisia e os vossos argumentos de sempre sobre a democracia e a liberdade.”

O autor do texto enumera uma lista de “massacres brutais e selvagens” dos Estados Unidos, referindo-se à Guerra do Vietnam, ao lançamento das bombas atómicas no Japão durante a II Guerra Mundial e, mais recentemente, ao apoio dos EUA a Israel na luta contra a Palestina.

Os atentados de 11 de Setembro de 2001 fizeram, pelo menos, três mil mortos.

Pin It on Pinterest