«Victoria Milan»: a maior rede social para quem procura “casos secretos”

Victoria Milan, um importante site de encontros que liga adultos em todo o mundo, revela os resultados surpreendentes de uma pesquisa mundial sobre os hábitos de traição das pessoas no Dia dos Namorados. O estudo perguntou aos seus participantes se planeavam passar o dia com o seu parceiro ou o seu amante, e que desculpas usariam para escapar. A pesquisa envolveu 5907 adultos, de países diversos como EUA, Canadá, Nova Zelândia, Austrália, África do Sul e 13 países europeus.

O Dia dos Namorados é considerado como o dia mais romântico do ano, inspirando milhões de casais a fazer um esforço extra a cada 14 de Fevereiro. No entanto, para homens e mulheres que tem casos extraconjugais, existe uma grande questão: com quem vão passar o Dia dos Namorados? A pesquisa da Victoria Milan descobriu que 47% das mulheres celebram este dia, enquanto 53% não mostra interesse neste tipo de festividades. 45% dos homens em todo o mundo escolhem celebrar o Dia dos Namorados, enquanto 55% opta por ignorá-lo.

Quando perguntaram sobre quais são as prioridades desse dia, 38% das participantes disse que planeava em ver apenas o seu amante, enquanto apenas 35% irá passar o Dia dos Namorados com seu parceiro. No entanto, 27% das mulheres disse que estaria com o seu amante e com o seu parceiro. Os homens, por outro lado, deram respostas significativamente diferentes. 36% disse só ira celebrar com a sua amante, mas 43% só vai desfrutar da companhia da sua parceira. 21% dos participantes do sexo masculino disseram que vão celebrar com a sua parceira e com a sua, enquanto 27% das mulheres planeia fazer o mesmo.

Aos adultos que planeiam passar tempo com o seu amante, também lhes perguntaram que desculpas vão usar para ficar longe dos seus parceiros. Tanto para os homens como para as mulheres, a desculpa mais comum foi que teriam de trabalhar horas extras, com 35% das mulheres e 47% dos homens a confiar nesta desculpa para conseguir horas preciosas horas com o seu amante no Dia dos Namorados. A segunda desculpa mais popular é o exercício físico, com 26% das mulheres e 28% dos homens a usá-la como desculpa. Encontrar um amigo solitário que acabou de ser rejeitado será a desculpa de 19% das mulheres, que contrasta com os 12% dos homens que usa a mesma desculpa. A compra de uma prenda de última hora é outra desculpa popular, usada por 15% das mulheres, mas usada apenas 9% dos homens. Por fim, a visita de um familiar doente é desculpa menos utilizada, usada por apenas 6% das mulheres e 4% dos homens.

No entanto, para alguns participantes, há um pouco de verdade nas suas desculpas. 32% das mulheres disse que no passado já tiveram de trabalhar horas extras no Dia dos Namorados, embora 52% dos homens afirme já ter feito o mesmo. Enquanto isso, 31% das mulheres já foram ter com um amigo recém-rejeitado no Dia dos Namorados, embora apenas 21% dos homens pudesse dizer o mesmo. 45% das mulheres já procurou por um presente secreto para o seu parceiro no Dia dos Namorados, em comparação com 54% dos homens. Por outro lado, 35% das mulheres já visitaram um parente doente no Dia dos Namorados, seguido de perto por 28% dos homens.

O fundador e CEO da Victoria Milan, Sigurd Vedal, disse que os dados oferecem uma visão fascinante sobre a importância do Dia dos Namorados em todos os relacionamentos adultos. “Estas respostas mostram que um grande número de pessoas está comprometida em passar o Dia dos Namorados com o seu parceiro de longo prazo, em vez de passar com o seu amante, enquanto as pessoas que passam o dia com os seus amantes provavelmente procuram uma experiência mais apaixonante, em vez de algo sentimental. Muitos participantes afirmaram que já usaram desculpas que, no passado, já foram verdade, o que demonstra a alta consideração que têm pelos seus casos, já que aproveitam experiências passadas para evitar suspeitas.”
Victoria Milan é uma das maiores redes sociais discretas do mundo para homens e mulheres que procuram um caso secreto. O serviço foi lançado pelo executivo Norueguês Sigurd Vedal em 2010, e tornou-se numa das principais redes sociais do mundo e de mais rápido crescimento para casos extraconjugais discretos, superando 5 milhões de membros em todo o mundo em mais de 33 países.

 

Pin It on Pinterest