Quatro suspeitos de preparar ataque em Paris foram detidos

Três homens e uma rapariga de 16 anos foram detidos esta sexta-feira em Montpellier, em França, por suspeita de estarem a preparar um ataque em Paris. O ministro francês do Interior, Bruno Le Roux, confirmou ao início da tarde a operação policial anti-terrorista na cidade do sul de França, no qual terá sido evitado um “projecto de ataque iminente em solo francês”.
Segundo O ministério do Interior, a polícia encontrou explosivos nas buscas realizadas. A edição online da estação televisiva francesa M6 aponta que os suspeitos planeavam um ataque terrorista suicida numa zona turística de Paris com um cinto de explosivos. Ao final da manhã prosseguiam as buscas em duas habitações de dois dos suspeitos.
Na origem das detenções terá estado a rapariga de 16 anos, que despertou a atenção das autoridades nas redes sociais ao expressar a sua vontade em juntar-se ao Estado Islâmico na Síria ou no Iraque, e de se fazer explodir em Paris. Segundo a televisão francesa BFM TV, a adolescente publicou na quarta-feira um vídeo no qual jurava fidelidade à organização terrorista.
“Os quatro suspeitos, com idades de 16, 20, 26 e 33, foram detidos após terem comprado acetona”, explicou uma fonte policial, em declarações à agência France Presse.
A acetona seria alegadamente utilizada no explosivo artesanal TATP, muito comum entre radicais islâmicos. Durante os raides foram também recolhidos materiais como água oxigenada, seringas e luvas, disse a mesma fonte à AFP.
A França, recorde-se, mantém-se em estado de emergência desde Janeiro de 2015, por altura do ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo. Novos ataques aconteceram a 13 de Novembro de 2015 (causando 130 mortos) e nas celebrações do 14 de Junho, em Nice, quando um camião atropelou uma multidão e fez 86 vítimas mortais. Há uma semana, a polícia francesa disparou sobre um suspeito terrorista que atacou dois militares com uma arma branca numa zona próxima ao Museu do Louvre, em Paris.

Pin It on Pinterest