Pinto da Costa começou hoje a ser julgado

O presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa, é o arguido mais mediático no mega julgamento do Processo Fénix, também conhecido por Máfia da Noite, que começou hoje no quartel dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

A escolha do quartel para a realização do julgamento deve-se ao facto do Tribunal de Guimarães não ter salas com dimensão suficiente para acolher os 54 arguidos, os mais de 40 advogados e as cerca de duas centenas de testemunhas envolvidas no processo. Entre as testemunhas está Fernanda Miranda, ex-companheira de Pinto da Costa.

O mediatismo dos arguidos e o facto de estarem em julgamento alegados crimes de associação criminosa, extorsão agravada, ofensa à integridade física qualificada, coação, detenção de arma proibida, tráfico e mediação de armas, fez com que as medidas de segurança fossem muito apertadas.

A Operação Fénix vai julgar crimes de imposição de serviço de segurança a empresas de diversão nocturna e prestação de serviços de segurança ilegais aos dirigentes do clube nortenho.

O julgamento já conta com 45 sessões marcadas até 4 de Agosto e retoma no final das férias judiciais, a 1 de Setembro.

Pin It on Pinterest