Polícias recorrem ao “Querido, Mudei a Casa!”

Elementos da PSP do Sindicato Independente Livre da Polícia (SILP) ficaram cansados de esperar pelas verbas para melhorarem as condições de um edifício destinado ao alojamento de agentes deslocados, em Oeiras, e recorreram ao programa da TVI “Querido, Mudei a Casa!”.

Segundo o Diário de Notícias, estes agentes da PSP contactaram o programa de televisão que se dedica à remodelação de casas para melhorarem as condições de um edifício situado ao lado da esquadra da PSP em Oeiras, destinado a acolher os agentes deslocados das suas áreas de residência, e que está desabitado há vários anos.

Como as verbas para as obras tardavam, o SILP enviou a sua candidatura ao “Querido, Mudei a Casa!”, mas a grande dimensão do edifício, que tem dois pisos, incluindo uma camarata que pode acolher entre 30 a 40 pessoas e quatro apartamentos, levou o programa da TVI a rejeitá-la.

“Disseram que o formato do programa era para mudar um apartamento ou partes de uma casa. O que pretendíamos não se enquadrava“, explica ao DN Hugo Jordão que integra a direcção do SILP.

A empresa Leroy Merlin, que patrocina o programa, acabou por assumir a remodelação, depois de contactos feitos com a própria Direcção Nacional da PSP, conforme explica o DN.

Pin It on Pinterest