Conferencistas de renome no “Dar a Ver”

No âmbito da segunda edição do projeto de divulgação cultural DAR A VER, iniciativa da responsabilidade da Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura (Direção de Serviços de Museus e Património Cultural) realiza-se nos próximos dias 3 e 4 de março (sexta-feira e sábado) duas conferências no Museu Quinta das Cruzes.

Na sexta-feira, dia 3 de março, pelas 18 horas, realizar-se-á a conferência sob o tema: O ecrã barroco: tetos pintados, máquinas celestiais e a moderna cultural visual, por Victor dos Reis. Na comunicação que irá proferir no Museu Quinta das Cruzes, Victor dos Reis, procurará dar a compreender e demonstrar como, ao longo dos séculos XVII e XVIII, a cultura visual ocidental adquiriu uma dimensão acentuadamente moderna através de uma estreita aliança entre a arte, a ciência (da ótica à perceção visual) e a tecnologia visual – nomeadamente aquela que tornou possível a projeção de imagens tanto em ecrãs materiais, como as paredes e os tetos de salas e igrejas, como em ecrãs imateriais, como a mente do sujeito observador. Os grandiosos tetos pintados no período Barroco são uma das mais notáveis expressões deste moderno processo de estímulo à imaginação e de desafio à mente do observador. É este o ecrã barroco que aqui será apresentado.

Já no sábado, dia 4, pelas 15 horas, também no Museu Quinta das Cruzes, será a vez de Vítor Serrão, fazer uma comunicação sobre: Pintura Maneirista Portuguesa – Reflexos Insulares. Nesta conferência, será feita uma abordagem ao Maneirismo, corrente artística surgida em Itália (Roma, Florença, Milão) e que se propagou pela Europa, apresentando uma gramática pictoral caracterizada pelo sentido anticlássico e certa ousadia formal com as suas formas “serpentinadas”.

Pin It on Pinterest