Piloto Bruno Ponte estreia-se com um pódio no Campeonato Nacional de Karting X30 Shifter

Bruno Ponte, este ano a competir numa categoria nova do Campeonato Nacional de Karting, a X30 Shifter, em que os karts estão equipados com caixa de velocidades, estreou-se com um pódio na classe para a qual pontua, a Júnior, em virtude de ainda ter 16 anos de idade, mas também arrecadou um positivo sétimo lugar à geral, onde pontificam os Masters, pilotos bem mais experientes e que têm mais de 18 anos de idade.

Boas indicações do piloto da Madeira no Kartódromo Internacional do Algarve.

Apesar de um piloto ter subido pela traseira do seu kart na partida da corrida Final, Bruno Ponte não baixou os braços e focou-se em obter o melhor resultado possível na jornada de abertura do Campeonato Nacional de Karting da categoria X30 Shifter. “A partida da corrida Final foi algo atribulada. No arranque um piloto subiu pela traseira do meu kart e com esse incidente perdi naturalmente bastante tempo para os pilotos da frente. Fui recuperando posições e conseguiu alcançar um lugar no pódio na classe para a qual pontuo, a Júnior, e um sétimo lugar em termos de classificação absoluta, o que me deixa naturalmente motivado para as próximas provas do campeonato”, referiu o piloto da Madeira, no final da prova algarvia.

A próxima prova do Campeonato Nacional de Karting está agendada para 7, 8 e 9 de abril e será disputada no Kartódromo Internacional de Leiria. “Nesta nova categoria, em que os karts estão equipados com caixa de velocidades, é necessário um período considerável de adaptação.

Nunca corri com karts deste género e antes da primeira jornada só tinha realizado quatro treinos, pelo que sabia que não iri ter uma prova fácil. Por exemplo, numa das mangas de qualificação, depois de ultrapassar dois pilotos tive uma saída de pista e caí para os últimos lugares. Já na segunda manga de qualificação, fui segundo classificado da minha classe e garanti a quinta posição à geral.

São boas indicações para o futuro, existe uma grande margem de evolução e acredito que com o trabalho da minha equipa Red Line Motorsport e do meu mecânico Ricardo Dionísio vamos ter uma boa prestação já na prova de Leiria e fazer um bom campeonato, apesar de estarmos a competir numa categoria que é totalmente nova para nós”, analisou Bruno Ponte, que corre esta época com um chassis Birel.

Recordamos que em 2016, o piloto da Madeira também disputou uma nova categoria, a X30 Super Sénior do Campeonato Nacional de Karting, cujos karts estavam equipados com potentes motores de 175cc e, apesar de ‘rookie’, conquistou a Taça de Portugal e sagrou-se vice-campeão nacional.

Bruno Ponte à direita no pódio

Pin It on Pinterest