Mulher condenada a 10 anos de internamento

A mulher que se atirou com o filho ao colo ao rio Cávado, em Barcelos, e que tinha sido acusada de homicídio qualificado, foi hoje condenada pelo Tribunal de Braga a 10 anos de internamento numa unidade de saúde mental.

A acusação foi alterada e a arguida foi condenada por homicídio simples pela morte do filho de seis anos. Numa primeira fase, devido à sua “depressão grave”, a arguida vai cumprir a pena numa unidade de saúde mental, mas pode ingressar num estabelecimento prisional se o seu estado de saúde evoluir favoravelmente.

A mulher de 37 anos está internada na Casa de Saúde do Bom Jesus, em Braga. Em 17 de Junho 2016 saltou com o filho de uma ponte e acabou por ser resgatada poucas horas depois. O corpo da criança apenas foi recuperado no dia seguinte.

Razões passionais e um quadro de profunda depressão estariam na origem do crime. A mulher tinha dois filhos, trabalhava numa pastelaria e vivia na freguesia de Arcozelo, perto da cidade de Barcelos.

Pin It on Pinterest