Condutor que atropelou mortalmente não tinha carta

O condutor que hoje atropelou mortalmente um ciclista em Vila Nova de Gaia, e fugiu à GNR, tem um mandado de detenção para cumprir 13 meses de prisão por condução sem carta que foi emitido a 20 de Janeiro pelo Tribunal de Penafiel.

O ciclista de 35 anos foi atropelado mortalmente esta manhã, em Valadares, por uma viatura que se “pôs em fuga depois de desobedecer a uma ordem de paragem da GNR, em Gulpilhares.

O condutor abandonou a viatura depois do acidente e fugiu a pé, mas acabou por ser detido. Deverá ser presente amanhã às autoridades judiciais para primeiro interrogatório, pelos crimes de homicídio por negligência, fuga à GNR e condução sem carta.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, o atropelamento mortal ocorreu cerca das 11.10 horas, na avenida Gago Coutinho, e no local estiveram elementos dos Bombeiros Voluntários de Valadares, a PSP e o INEM.

Pin It on Pinterest