Segurança alimentar motiva campanha nacional

A Região associa-se, a partir de hoje e através da Autoridade Regional das Atividades Económicas (ARAE), a uma campanha de informação e sensibilização que decorrerá em todo o país, tendo por objetivo a promoção de uma melhor informação junto de todos os intervenientes da cadeia alimentar com responsabilidades na produção e conservação da carne (nomeadamente da carne picada e preparados de carne) e, também, junto de cada um dos consumidores.

Uma iniciativa que surge na sequência dos alertas recentemente vindos a público, através da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), relativamente às carnes disponibilizadas nos talhos, depois de terem sido identificadas situações que não cumpriam com o legalmente exigido.

A Comissão de Segurança alimentar, criada pelo Despacho n.º 5801/2014, na qual a Região Autónoma da Madeira é representada pela ARAE, reuniu-se para debater esta questão e delinear um plano de ação. Nessa senda, foi acordada uma estratégia assente em três pilares:

  • Promoção de uma melhor e mais eficaz informação junto de todos os intervenientes da cadeia alimentar e dos consumidores, sobre a matéria.
  • Reforço do controlo oficial, por parte das Autoridades Competentes, em conformidade com a avaliação efetuada pelas mesmas.
  • Disponibilização dos resultados do controlo oficial, no âmbito da Comissão de Segurança Alimentar, relativamente aos produtos cárneos, na qual se inclui a produção de carne picada, assegurando-se uma total transparência e articulação entre as Autoridades Competentes e demonstrando a aplicação de medidas adequadas, coerentes e proporcionais ao risco.

Integrando esta estratégia, a Campanha que hoje se inicia destina-se tanto aos operadores de mercado como aos consumidores, com panfletos específicos que poderão ser descarregados de seguida. Contribuir, simultaneamente, para a melhoria contínua das boas praticas de laboração dos estabelecimentos de venda, para o cumprimento da legislação em vigor e para reforçar o conhecimento e a capacidade de informação de cada consumidor, no ato da compra, são os principais objetivos desta iniciativa.

Segurança alimentar motiva campanha nacional
Classificar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X