Vasco Cordeiro em defesa da Política da Coesão no Comité das Regiões

O Presidente do Governo dos Açores participou ontem, em Bruxelas, na sessão plenária do Comité das Regiões, onde defendeu a importância da Política de Coesão, tendo em conta os seus objetivos de apoio à criação de emprego, à competitividade empresarial, ao crescimento económico e ao desenvolvimento sustentável nas regiões europeias.

Vasco Cordeiro falava num debate sobre as implicações para os órgãos de poder local e regional da decisão do Reino Unido de deixar a União (‘Brexit’), em que participou Michel Barnier, o principal negociador da Comissão Europeia encarregue da preparação e condução das negociações com o Reino Unido.

Na sua intervenção, o governante açoriano alertou para o risco de uma eventual redução de fundos no Orçamento da União Europeia, em consequência da saída do Reino Unido, poder ter implicações na Política de Coesão.

“É, efetivamente, mais uma razão de preocupação o facto de alguns poderem aproveitarem esta oportunidade, e o que daí deriva, para pôr em causa uma das políticas fundamentais, que é a Política de Coesão”, afirmou Vasco Cordeiro, na sessão plenária do Comité das Regiões.

A Política de Coesão constitui a principal política de investimento da UE, que é executada através de três fundos financeiros principais: o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), o Fundo de Coesão (FC) e o Fundo Social Europeu (FSE).

Pin It on Pinterest