Coentrão investigado por fuga ao fisco

Fábio Coentrão é o mais recente nome envolvido numa investigação das autoridades espanholas a vários jogadores que militaram no Real Madrid e que são suspeitos de fuga aos impostos. O argentino Angel Di Maria e o português Ricardo Carvalho estão a ser investigados por alegada evasão fiscal, quando se encontravam no clube espanhol.
O defesa-esquerdo português enfrenta acusações de fraude fiscal, depois de a Procuradoria de Madrid apresentar queixas contra o futebolista, acusado de defraudar o fisco em 1,29 milhões de euros, entre 2012 e 2014.

O ex-jogador do Benfica terá assinado em 2011 um contrato no qual ‘simulava’ a cedência dos seus direitos de imagem à sociedade Rodinn Company, domiciliada no Panamá.

Segundo a investigação, nesse mesmo ano essa empresa cedeu os direitos a uma outra na Irlanda, designada Multisports Image Management Limited, quando pouco depois passou a ter domicilio fiscal em Madrid, com a chegada ao Real Madrid nesse mesmo ano.

A Procuradoria entende que o lateral manteve a estrutura societária com o objectivo de manter ‘fora do radar’ do fisco espanhol os ganhos com os direitos de imagem.

Pin It on Pinterest