Detenção pela prática de crime de incêndio urbano

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve, fora de flagrante delito, o presumível autor de um incêndio urbano ocorrido, no passado dia 24 do corrente mês, em Vila Nova de Gaia.

A detenção foi o culminar de diligências de investigação desenvolvidas para identificar o autor dos factos, na sequência da deflagração de incêndio em moradia unifamiliar, situada em Santa Marinha.

O fogo terá sido provocado com recurso a um isqueiro, num aparente quadro de violência doméstica e vingança após a recente separação do casal.

A ignição terá consumido o interior da residência, tendo colocado em risco habitações existentes nas proximidades, só não as afetando devido à rápida intervenção de vizinhos e efetivos dos Bombeiros Sapadores de V.N. de Gaia e de Coimbrões.

O detido, de 52 anos de idade, empresário de restauração, vai ser presente às competentes autoridades judiciárias para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Pin It on Pinterest