Lisboa vence Startup Europe Awards 2016

A Câmara Municipal de Lisboa ganhou em Bruxelas o prémio Best Public Administration for Startups dos Startup Europe Awards 2016, iniciativa promovida pela Comissão Europeia e apoiada pelo Comité das Regiões e por membros do Parlamento Europeu, com o projeto Lisboa Empreende.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Duarte Cordeiro, recebeu, em nome do município de Lisboa, a distinção que o vice-presidente do Comité das Regiões, Karl-Heinz Lambertz, lhe entregou na presença do presidente do Parlamento Europeu, tendo o comissário português, Carlos Moedas, outorgado prémios a outras categorias.

Os Startup Europe Awards da Comissão Europeia visam valorizar as iniciativas de promoção do empreendedorismo e as políticas e boas práticas empresariais à escala Europeia.

A categoria de Best Public Administration Award, reconhece o esforço e o apoio ao nível de cidades e regiões na dinamização da atividade empreendedora e de inovação no seu território. Tem como objetivo premiar a administração pública com o melhor programa/serviço dirigido ao apoio de empreendedores e startups na sua área geográfica de influência.

O programa Lisboa Empreende, foi criado em 2013 pela Câmara Municipal de Lisboa em parceria com outras entidades públicas e privadas, para apoiar a criação de pequenos negócios. Visa proporcionar alternativas ao tradicional mercado de trabalho através do micro investimento no autoemprego. Até agora, este programa ajudou à criação de 90 projetos empreendedores (dos quais 48 obtiveram financiamento, e os restantes puderam desenvolver-se sem recurso ao crédito), ajudando a criar 225 empregos e um volume de financiamento de 1,2 milhões de euros.

A equipa municipal do Lisboa Empreende analisa as candidaturas e fornece consultadoria, aconselhamento e acompanhamento dos modelos de negócios propostos. A facilitação nos procedimentos, a integração dos projetos na rede do ecossistema empreendedor (utilização conjunta de espaços de coworking e em incubadoras, o recurso a parcerias institucionais e a condições únicas de acesso ao microcrédito (através de parcerias com a Cooperativa António Sérgio e as instituições financeiras Montepio Geral, Millennium BCP, CGD, Banco BPI e Novo Banco) são algumas das mais valias que os empreendedores encontram no programa Lisboa Empreende.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest