Workshops fazem parte do programa Fringe

A ilha do Pico recebe dezenas de workshops durante o Azores Fringe, festival internacional de artes. “Esta é mais uma oportunidade para a população, em geral, participar no festival” diz Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts e fundador do Fringe. Costa acrescenta ainda que esta é uma forma de “aprender algo novo ou desenvolver a veia artística ou que sinta curiosidade em experimentar.”

Artistas nas mais variadas áreas dedicam o seu tempo e o seu talento para passarem informação e liderarem oficinas, workshops, que vão desde programação para crianças, durante o dia, e à noite e no fim de semana, dedicadas à população adulta. 

Os eventos acontecem no epicentro do festival, a vila da Madalena. Desde o trabalho artesanal na arte do vime às escamas de peixe, até aos mais variados estilos de performance com dança e clown e, ainda, pintura, criação de carimbos e trabalho em barro, a associação MiratecArts incentiva à participação. Artistas a liderar workshops inclui Aida Bairos de Santa Maria com a continuação da Festa do Vime, Maria Simões com sua palhaça Luna, bailarino Ricardo Faria e multidisciplinar artista plástica Verónica Melo. 

Experiência não é necessária, basta ter interesse e inscrever-se através de info@mirateca.com ou 963 639 996

    

Pin It on Pinterest