Quase 53 mil hectares foram consumidos pelos incêndios

O relatório preliminar do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) estima que quase 53 mil hectares foram consumidos no sábado passado pelos incêndios que deflagraram nos distritos de Leiria e de Coimbra e que “se terão juntado num único incêndio”. A análise foi realizada na passada segunda-feira, quando as chamas incontroláveis, ontem dadas como dominadas, ainda lavravam em várias frentes.

A área ardida provisória nos concelhos de Pedrógão Grande, de Figueiró dos Vinhos, de Alvaiázere, de Penela e de Góis ascende a 52.992 hectares. Nunca em Portugal se registou tamanha destruição neste período entre Janeiro e 18 de Junho. Feitas as contas, a área ardida no primeiro semestre de 2017 supera largamente o pior ano da última década, que foi 2015. Então, tinham sido consumidos 35.805 hectares em todo o país. Em igual período de 2017, já arderam 68.176 hectares (52.992 hectares nos pinhais dos distritos de Leiria e de Coimbra).

O relatório do ICNF não inclui os danos em Pampilhosa da Serra, em Castanheira de Pêra e na Sertã, já no distrito de Castelo Branco.

Pin It on Pinterest