Juncker apresenta discurso sobre o Estado da União Europeia

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, apresenta amanhã, dia 13 de setembro, pelas 8h00 (hora de Lisboa), no Parlamento Europeu em Estrasburgo, o seu discurso sobre o Estado da União Europeia. Este discurso proferido anualmente, serve para realizar um balanço dos resultados do ano anterior mas,
acima de tudo, para apresentar as prioridades para o ano seguinte. Nele se delineia igualmente a forma
como a Comissão tenciona abordar os desafios mais prementes da União Europeia num futuro que será
construído a 27, com a saída anunciada do Reino Unido.

O discurso deste ano terá como pano de fundo a evolução do panorama político e económico e a ação
da UE para garantir um futuro seguro, próspero e inclusivo para a Europa. Também serão apresentadas
as ideias recolhidas durante os debates sobre o futuro da Europa que foram organizados com os
cidadãos, o Parlamento Europeu, os parlamentos nacionais, as autoridades locais e regionais e a
sociedade civil em geral dos diversos Estados-membros da UE. Estas iniciativas foram lançadas a 1 de
março de 2017, aquando da divulgação do “Livro Branco sobre o futuro da Europa”. No total estima-se
que aproximadamente 270 000 cidadãos tenham debatido ativamente, os cinco cenários antevistos pela
CE.

Os cenários, que possuíam um caráter meramente ilustrativo, abrangem um leque de possibilidades
com potenciais resultados muito distintos. De forma a aprofundar o debate sobre as questões que
poderão afetar o futuro da Europa, a Comissão Europeia lançou ainda uma série de documentos de
reflexão sobre temáticas determinantes para a UE, como sejam, o desenvolvimento da dimensão
social da Europa, o controlo da globalização, o aprofundamento da União Económica e Monetária,
o futuro da defesa da Europa e o futuro das finanças da UE. Todos estes documentos encontram-se
disponíveis para consulta com possibilidade de download gratuito.

O discurso sobre o Estado da União poderá ser acompanhado em directo através das redes sociais, quer
da Comissão Europeia, quer do próprio Parlamento Europeu, prevendo-se um longo debate ao longo do
dia, logo após o fim da sessão plenária. De facto, são muitas as expectativas sobre as prioridades
políticas que a Comissão Europeia apresentará já amanhã, aguardando-se igualmente algumas
referências aos problemas estruturantes e aos grandes desafios da UE, nomeadamente, a crise dos
refugiados, o processo do Brexit ou até mesmo, o posicionamento político de alguns Estados-membros
no contexto da UE

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger