Cinco mortos nas estradas portuguesas

A Guarda Nacional Republicana, entre o dia 31 de outubro e o dia 1 de novembro, altura em que é celebrado o dia de “Todos os Santos”, realizou em todo o território nacional, uma operação de intensificação do patrulhamento rodoviário com vista a regularizar o trânsito e garantir o apoio e segurança a todos os utentes das vias.

Durante este período, que tradicionalmente provoca grandes movimentações de tráfego rodoviário, foram empenhados militares da Unidade Nacional de trânsito e dos comandos territoriais, os quais realizaram ações preventivas com intuito de reduzir a sinistralidade rodoviária, dando especial atenção aos comportamentos dos condutores que coloquem em causa a sua segurança e a de terceiros.

Neste período registaram-se 328 acidentes, dos quais resultaram:

·         Cinco mortos;

·         Cinco feridos graves;

·         97 feridos ligeiros.

Durante a operação foram detidos 100 condutores, destacando-se:

·         63 por taxa de álcool no sangue (TAS) igual ou superior a 1,20 gramas/litros;

·         24 por falta de habilitação legal.

Nesta operação foram fiscalizados 8 433 condutores e detetadas 2 095 contraordenações, destacando-se:

·         1 109 por excesso de velocidade;

·         175 por condução com uma TAS superior ao permitido por lei;

·         115 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;

·         95 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças.

Pin It on Pinterest