Nas bancas a edição 942 do Tribuna da Madeira

“Expediente” traz estudantes no Natal

Governo Regional permite que mais carenciados possam regressar a casa.
Os madeirenses que estudam no continente podem regressar a casa este Natal a ‘preço de custo’, isto porque o Governo Regional encontrou um “expediente” para “minimizar” as dificuldades sentidas nesta altura do ano. “Não é a solução ideal”, lembrou Albuquerque, que preferia que a questão do subsídio de mobilidade estivesse já regulamentada com o Governo da República. É um problema que tem vindo a ser «empurrado com a barriga», acusou o líder do executivo madeirense.

Mercadinho de Natal

Vendedores insatisfeitos entregam abaixo-assinado na Câmara do Funchal.

“A Madeira tem muito a ver com a minha inspiração”

Dinis Ribeiro regressou à ilha um ano depois de ter exposto «Quem te Fez Madeira». O escultor apontou que “ainda há um longo caminho a percorrer na afirmação de Portugal no meio artístico”.

MSC Cruzeiros quer aumentar presença global

O Porto do Funchal recebeu a estreia do MSC Seaside.

Programa garante acesso a refeições gratuitas

Ás famílias de baixos rendimentos.

Centro da Mãe apoiado pela Francisco Franco

O Banco de Afetos da Escola Secundária de Francisco Franco entregou ao Centro de Mãe os bens que recolheu junto da comunidade educativa, no âmbito da campanha que decorreu durante praticamente todo o mês de novembro e princípio de dezembro.

Madeira “melhor destino insular do mundo”

A Região vence, pela terceira vez consecutiva, o prémio atribuído pelos World Travels Awards (WTA). A secretária regional do Turismo, Paula Cabaço, aponta este prémio como «um importante reconhecimento para a Região e para todo o setor do turismo».

Reabilitação Urbana é um “assunto-chave”

O IFRRU 2020 é um instrumento financeiro destinado a apoiar investimentos
em reabilitação urbana, para fins comerciais ou particulares, que reúne diversas fontes de financiamento como fundos europeus e fundos da banca comercial.

Governo não vai privatizar Horários do Funchal

O Presidente do Governo deu a garantia que o seu executivo não vai privatizar a Horários do Funchal. Miguel Albuquerque afirmou: “Sou contra a privatização de setores estratégicos”, aproveitando para anunciar, ao mesmo tempo, um aumento salarial de 1,5%.


Edição Nº 942 – 15/12/2017 do Semanário Tribuna da Madeira em formato digital ( pdf ) por apenas 1 €


 

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger