Diplomata britânica estrangulada e violada no Líbano

Rebecca Dykes, uma jovem diplomata britânica de 30 anos, foi encontrada no sábado na berma de uma via rápida, em Beirute, no Líbano, com um cordel à volta do pescoço. Preparava-se para viajar para a Grã-Bretanha, onde ia passar o Natal com a família. A polícia acredita que a sua morte terá ocorrido por volta das 4.00 da manhã e que terá sido estrangulada e violada.

Dykes trabalhava como coordenadora de políticas e programas no Departamento de Desenvolvimento Internacional e com a equipa da Líbia no Ministério dos Negócios Estrangeiros. Antes disso, tinha trabalhado como analista nos Negócios Estrangeiros para o dossier Iraque.

Foi aberta uma investigação policial ao homicídio de Rebecca Dykes. Um suspeito já foi detido pelas autoridades. O homem, taxista de profissão, confessou que matou-a num “ato criminoso” e que não teve motivos políticos.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger