Junta de Santo António protesta contra encerramento do Posto dos CTT

A Junta de freguesia de Santo António protesta pela forma como os CTT trataram a população da Freguesia ao encerrarem a loja de Santo António, situação que deixa a freguesia mais populosa da Madeira (28000 habitantes) sem serviços de Correio.

Esta Junta promete tudo fazer para resolver a situação, porque entendemos que a população de Santo António merece ter um posto de correios funcional e com todos os serviços e não um pequeno balcão a funcionar num supermercado sem condições próprias para a prestação de um serviço publico como é o dos CTT”, aponta Rui Santos.

O presidente da referida Junta afirmou: “Não aceitamos de modo algum a justificação que nos foi data pelo Director de área comercial – RL Madeira, achamos sim que a decisão foi tomada no sentido de reduzir custos operacionais, esquecendo o princípio de serviço público que cabe aos CTT empresa prestar às populações”. Rui Santos realçou ainda que “as lojas indicadas como referência para a prestação dos serviços CTT aos clientes não servem à população de Santo António, por diversos factores”.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger