JPP pede esclarecimentos sobre condições do concurso da linha ferry

O Juntos pelo Povo (JPP) considera que os madeirenses deviam ter conhecimento sobre as condições do concurso internacional para o estabelecimento da ligação anual da linha ferry entre a Madeira e o continente português.

Esta manhã, no Porto do Funchal, Élvio Sousa revelou que o grupo parlamentar já apresentou, na Assembleia Legislativa Da Região Autónoma da Madeira, um projeto de resolução recomendando essa divulgação: “Nós consideramos que este tema tem permanecido pouco claro, envolto em alguma neblina e a população deveria ser esclarecida, porque este PSD prometeu – na campanha eleitoral, depois no Programa de Governo e posteriormente nas conclusões do relatório da consulta internacional aos eventuais armadores interessados – uma ligação regular e durante todo o ano, sem interrupções”.

O deputado do JPP considera ainda que “não são claras, nos sucessivos concursos públicos internacionais levados a cabo pelo Governo, as condições específicas do caderno de encargos, desconhecendo-se eventuais restrições, seja ao nível das taxas, das características da embarcação ou capacidade de carga rodada”.

Élvio Sousa alerta também para “as frequentes contradições”, que se têm registado ao longo deste processo. “O presidente Miguel Albuquerque garantiu, em agosto do ano passado, que a ligação seria anual, enquanto o vice-presidente Pedro Calado veio referir, em dezembro, que seria trimestral, com a agravante das indemnizações compensatórias, no valor de 3 milhões, estarem definidas para um ano de operação e agora estarem designadas para apenas 3 meses, mas pelo mesmo valor”, sublinhou.

O JPP pretende, por isso, que o Governo esclareça quais são as razões “que estão por detrás desta trapalhada, desta falta de promessa aos cidadãos”.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger