Empresas rescindem contrato de patrocínio com o Sporting

O Sporting Clube de Portugal viu hoje duas empresas rescindirem o contrato de patrocínio que tinham com os ‘leões’ de Alvalade na sequência da polémica que envolve o presidente da Direcção, Bruno de Carvalho.

De acordo com a RTP, o Grupovarius diz que não quer fazer parte de um clube com a imagem manchada. E que vai rescindir o contrato devido à “arrogância e prepotência” de Bruno de Carvalho. Trata-se do principal patrocinador do judo, que pede também a demissão do presidente do Sporting.

“A comissão executiva do Sporting Clube de Portugal deveria ter-se demitido, elevando assim os superiores interesses do clube e dos sócios. Uma vez que isso não sucedeu e a arrogância e prepotência falaram mais alto, não existem condições para continuar ligados a uma imagem de violência, escândalos e incongruências”, alega o grupo.

O grupo Inforphone, actual parceiro tecnológico dos leões, também anunciou que irá desencadear os mecanismos legais para a desvinculação do contrato com o clube de Alvalade. A empresa entende que a associação à marca Sporting está a ser prejudicial.

“Perante todos os acontecimentos e tomada de posição por parte da direcção do Sporting Clube de Portugal, como administrador do Grupo Inforphone entendemos que já não existem condições para estarmos ligados a uma imagem que nos origina um sentimento de vergonha, arrogância e, acima de tudo, desrespeito pelo nosso esforço em investir no clube e estar associado ao mesmo”, refere o presidente executivo Tiago Ramos, em comunicado.

Pin It on Pinterest