Responsável recusou “atrasar a instrução”

O responsável pela instrução de comandos em Alcochete recusou-se a refrescar os homens, apesar do calor que se fazia sentir no dia em que morreram o madeirense Hugo Abreu e Dylan Silva.

A revelação foi feita hoje pelo capitão-médico Miguel Domingos, arguido no processo. O oficial disse em audiência que face ao calor e ao “cansaço extremo” que notou nos instruendos, contactou o responsável pela instrução e pediu-lhe para fazer passar os homens por uma área com água para os hidratar e contrariar o calor.

Segundo o médico, o capitão Rui Monteiro recusou, alegando que “iria atrasar a instrução.

Pin It on Pinterest