Polícia Marítima efetua dois resgates e salva 70 migrantes na Grécia

A equipa da Polícia Marítima em missão na Grécia resgatou 70 migrantes, dos quais 14 crianças, 26 mulheres e 30 homens.

O primeiro resgate foi efetuado na madrugada de ontem quando a equipa da Viatura de Vigilância Costeira da Polícia Marítima detetou um bote, pelas 05h17, tendo passado as coordenadas à equipa na embarcação “TUBARÃO” que efetuou a sua interceção pelas 05h30, em frente ao cabo de Karokas.

Os 35 migrantes que se encontravam no bote, dos quais nove crianças, 15 mulheres e 11 homens, foram transferidos para a embarcação da Polícia Marítima e transportados até ao porto de Skala Skamineas, onde desembarcaram em segurança e foram entregues às autoridades gregas.

Durante a madrugada de hoje a Polícia Marítima efetuou o segundo resgate, de mais 35 migrantes, dos quais cinco crianças, 11 mulheres e 19 homens, que se encontravam a bordo de um bote detetado pela equipa da Viatura de Vigilância Costeira da Polícia Marítima, pelas 06h06, e intercetado pela embarcação “TUBARÃO” pelas 06h08, entre o cabo de Karokas e Tsonia

Os migrantes foram transferidos para a embarcação da Polícia Marítima e desembarcaram em Tsonia, em segurança, tendo sido entregues às autoridade gregas.

Durante estes dois resgates, a Viatura de Vigilância Costeira da Polícia Marítima detetou ainda outros dois botes, um deles na madrugada de ontem com 50 migrantes e outro na madrugada de hoje com 47 migrantes, tendo transmitido as coordenadas à  Hellenic Coast Guard que efetuou o resgate, uma vez que os meios e a equipa da Polícia Marítima se encontravam empenhados.

A Polícia Marítima encontra-se integrada na operação POSEIDON, sob égide da agência europeia FRONTEX e em apoio à Guarda Costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda costeira europeia.

Pin It on Pinterest