“Cumprimento das diretrizes que o estado de emergência obriga”

O Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia (SNOP) reiterou ontem, através de comunicado, que os portugueses “podem esperar dos Polícias da Polícia de Segurança Pública o estrito cumprimento das diretrizes que o estado de emergência obriga e que têm sido emanadas pelo Governo e pelo Presidente da República”.
“O mundo assiste hoje algo nunca vivenciado, um fenómeno que atinge todos, indiferenciadamente, atacando de forma desenfreada, intangível e indetetável, gerando escaladas e níveis de alarmismo nunca antes vistas, empoladas pelas infelizes e milhares de fatalidades que todos os dias chegam ao nosso conhecimento dos quatro cantos do mundo”, assinala o SNOP. “É nestes momentos, duros e sofridos, que se exige o melhor que há em todos nós Polícias, sermos capazes de solidariamente, e com enorme sacrifício, abdicarmos de liberdades individuais em detrimento do bem coletivo, sacrificarmo-nos para o bem estar das famílias, dos nossos colegas de trabalho, enfim, de Portugal.”
A PSP, garante o sindicato, “saberá ocupar a linha da frente, e tudo fará para aplacar o mal futuro para defender a saúde e a vida dos que sempre procurou proteger, agora ainda mais do que nunca”.

Pin It on Pinterest