Madeirenses no pódio dos canais para adultos e de desporto

Comparando com as escolhas de outras regiões do país, os habitantes do arquipélago da Madeira são dos que demonstram mais interesse em canais desportivos e de adultos. Esta é uma das conclusões do estudo do ComparaJá.pt sobre as preferências dos portugueses ao nível das telecomunicações.

Tal como é possível observar no gráfico que se segue, 15% dos madeirenses subscrevem canais de desporto na adesão a um serviço de telecomunicações.

Só Vila Real é que demonstra mais interesse por este tipo de canais (16,4%).

Este dado é ainda mais revelador quando a comparamos com a realidade do distrito da Guarda, onde apenas 6,4% têm interesse nos canais desportivos na contratação de um serviço de TV Net Voz. É menos de metade do interesse registado na região da Madeira. Por outro lado, os habitantes da Madeira também são também dos que mais aderem a canais para adultos. Embora seja uma percentagem diminuta, 1,3%, esta ganha maior destaque quando a comparamos com o resto do país. Os madeirenses estão em 3º lugar nesta rubrica, só atrás de Açores e Viseu e em linha com Portalegre.

Habitantes da Madeira são os que mais valorizam a televisão

Relativamente ao consumo de televisão, 13% dos madeirenses afirma que esta funcionalidade tem uma importância “alta”, opinião que, para efeitos comparativos, é apenas partilhada por 7% do distrito da Guarda. A “caixa mágica” só tem mais adeptos em Setúbal (14%).

Quando olhamos para o lado oposto do gráfico anterior, especificamente na parcela amarela, verificamos que também são menos os madeirenses que não atribuem qualquer interesse à televisão. Apenas 28% da região da Madeira não lhe dá importância, um número abaixo da média nacional.

Madeirenses preferem pacote completo, mas sem internet móvel

Na hora de escolher uma modalidade do serviço Tv Net Voz, a maior parte dos residentes na região da Madeira opta pelo pacote 4P (com acesso a Internet Fixa, Televisão, Telefone e Telemóvel). 43% destes habitantes dão preferência à tipologia que apenas exclui internet móvel. Esta modalidade é, aliás, predominante na maioria das regiões do país.

Por outro lado, os madeirenses são os que também optam menos pela tipologia mais simples (2P, que dá acesso a apenas dois serviços). Apenas 7% destes residentes escolhem esta modalidade na contratação de um pacote de telecomunicações. São a quarta região do país com menos preferência por esta tipologia.

Pin It on Pinterest