Pequeno comércio não vai resistir à austeridade

As pequenas e médias empresas não vão resistir às medidas de austeridade. O MPT exige mais apoios.

O Movimento Partido da Terra esteve hoje junto à Associação de Comércio e Serviços (ACS). O objectivo foi analisar as medidas de austeridade previstas no Orçamento do Estado para 2012 e as implicações directas para aquele sector.

Roberto Vieira disse que partilha das preocupações do presidente da associação, Lino Abreu, mas sublinhou que as decisões foram tomadas por um governo de coligação, entre o PSD e o CDS/PP. E, por isso, apelou a uma intervenção deste para travar medidas como o corte dos subsídios e o agravamento do IVA.

“O senhor presidente da ACS falou que as medidas deste Orçamento de Estado vão penalizar o comércio e as pequenas e médias empresas, com falências e aumento do desemprego. O Partido da Terra concorda piamente com as declarações, mas não podemos esquecer que esta situação só está a acontecer com um Governo PSD e CDS”.

Roberto Vieira deixou um alerta aos empresários madeirenses. Isto porque, para além dos problemas para os trabalhadores e as suas famílias, com os cortes no consumo também as empresas vão ter menos lucros.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

Pin It on Pinterest